quarta-feira, 7 de maio de 2014

Como investir em lanchinhos saudáveis






A alimentação das crianças é um assunto que sempre permeia a cabeça dos pais. Às vezes é difícil mudar alguns hábitos, mas quanto antes investir em uma alimentação saudável melhor.
Depois do período de amamentação quando a criança começa a ser exposta a sabores diferentes, é muito importante os pais saberem que nesta fase o paladar da criança começa a ser formado e começa também a estabelecer informações que irão de alguma maneira se repetir no futuro.
Por isso, nesta fase, investir em suquinhos de frutas variadas e sopinhas cremosas de legumes, além de oferecer inúmeras vitaminas para a criança em fase de crescimento, funciona como um caminho para a criança se aceitar novos sabores e, com a repetição, fazê-las se acostumar com vários ingredientes.
Na fase escolar surge a dificuldade de manter o mesmo lanche saudável que é feito em casa, o melhor é preparar os lanches caseiros e incentivar as crianças a levarem de casa, ou ao menos, combinar uma fruta com o salgadinho, ou um sanduíche saudável com uma barrinha de chocolate, infelizmente não possível cortar totalmente os lanches comprados prontos, mas na medida do possível dá para harmonizar os dois.
Se a criança for muito relutante em comer frutas e verduras, a saída é investir na adição delas dentro da comida mesmo sem elas saberem. Sucos de laranja com cenoura, carne moída com verduras picadinhas ou frutinhas cobertas com chocolate derretido, neste campo conta muito a criatividade de quem prepara o lanche.
É claro que a falta de tempo às vezes adia essa preparação, mas é bom lembrar que o hábito alimentar da criança terá efeitos decisivos na saúde, tanto em relação a doenças sérias como mais simples, como prevenir gripes.
Nos fins de semana a diversão pode ser também na cozinha, com um adulto comandando, as crianças podem também preparar os lanchinhos, elaborar pratos com formatos engraçados, montar bichinhos com frutas ou fazer biscoitos caseiros, serão mais saudáveis, sem conservantes e gostosos. Não é tão difícil encontrar receitas feitas especialmente para os pequenos, basta querer começar.
A obesidade infantil no Brasil mostra números elevados e isso é um fator preocupante, o motivo que vem em primeiro lugar são hábitos alimentares, fatores genéticos e o sedentarismo. Este último, um assunto que também merece um olhar mais dedicado. Evitar atividades somente em frente ao computador e tentar uma vida mais ativa, esportes ou dança é uma maneira de prevenir doenças futuras.
É melhor ter mais trabalho e dedicar mais tempo no quesito alimentação e ter filhos muitos mais saudáveis.
Você se preocupa com a alimentação de seu(sua) filho(a)?

0 comentários:

Podera também gostar de

Related Posts with Thumbnails